Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Blog do Pianista
 


 

 

 

INTRODUÇÃO

 

Se o U-Boat 977 não fosse duas coisas - um livro de fácil leitura, e uma envolvente peça da história da guerra - eu não iria encará-lo em profundidade.

 

Faço esta observação de início, porque eu não desejo figurar como um apologista de qualquer parte do esforço de guerra da Alemanha. Houveram demasiados livros do pós-guerra, filmes e peças escritas para expor a tese de que os alemães, embora equivocados e enganados, eram os principais tipos viris e honestos que lutaram o bom combate como qualquer soldado Cristão; eu não quero correr o risco de parecer pertencer a este grupo. Em particular, tem havido uma tentativa determinada para apresentar o Marechal-de-Campo Rommel (em um momento capitão da guarda pessoal de Hitler, e chefe do Hitler Jugend) como um homem que não era realmente um Nazista de toda forma, mas apenas um decente oficial fazendo o seu melhor para todos os envolvidos.

Este lixo tem se mostrado amplamente vendável, assim como qualquer besteira colocada em um pacote de novidades, embrulhada para presente de Natal; mas é lixo do mesmo jeito.

 

Você vai se lembrar de uma descoberta notável que fizemos quando conquistamos a Alemanha -que não havia realmente nenhum nazista lá, apenas milhões de "decentes alemães" sofrendo terrivelmente por causa das coisas terríveis que haviam sido feitas em seu nome por outras pessoas. Você deve se lembrar também que o general MacArthur encontrou a mesma coisa no Japão -que os japoneses eram democratas-chicletes para um homem, só aguardando a chegada dos americanos para mostrar isto. Você vai se lembrar da disposição geral para acolher ambos Alemães e Japoneses como bons camaradas que só saíram dos trilhos um pouco, companheiros membros-de-clube acima de tudo. Eu não quero fazer parte dessa turma também.

Por que o mundo ocidental aceita avidamente este particular tipo de colírio, ninguém pode dizer. Para a Alemanha nazista não era uma nação de tolos honestos e simples soldados: eles sabiam, todos eles, exatamente o que queriam, e eles estavam preparados para chegar a qualquer extremo para obtê-lo. Até que eles foram agredidos (quando as cores mudam ao longo da noite) eram entusiastas totais da dominação mundial, agentes super-aquecidos de uma tirania hedionda que, se não controlados, finalmente, teriam descido a cortina sobre a liberdade humana para as gerações vindouras.

 

Eles cantam docemente agora (e outros cantam para eles): tudo agora é amor, e mãos-abrindo-covas. Foi, de fato, um engano terrível. Mas duas vezes neste século tem sido um erro: duas vezes esse povo, e nenhum outro, já mergulhou o mundo na miséria e derramamento de sangue, em busca de seu sonho de poder. O erro, é claro, então como agora, foi a derrota. Esquecemos disso por nossa conta e risco.

 

Entre os piores desses dispostos servos da escravidão mundial estavam os homens que serviram em submarinos alemães: o que nos traz a este livro.

 

Ninguém salvo um maníaco pelo poder, um sádico, ou um romântico náutico pode suportar qualquer breve guerra submarina. É uma forma repulsiva de comportamento humano, seja praticada por nós mesmos ou pelos alemães; é cruel, traiçoeira e revoltante, sob qualquer bandeira. Há uma ilusão anglo-americana atual, habilmente promovida durante a guerra, que, enquanto os alemães usaram U-boats que eram bestiais, nós só usamos submarinos, que eram bem diferentes, e ao invés, maravilhosos. (Este sentimento de auto-ilusão não persiste para quem já esteve como alvo de um torpedo.) Naturalmente, há um outro lado da medalha. Não se pode negar que tripulantes de submarinos de qualquer nação são homens corajosos e habilidosos; e que estão acostumados a continuar a exercer a sua habilidade em condições de perigo extremo, que é talvez a coisa mais corajosa de todas. Mas o que eles realmente fazem, o que constitui a sua vida de trabalho - morrendo pela discrição, sem medo e sem quartel - é mal, tanto quanto hábil; acima de tudo, é predominantemente mal, e, quando chega aos nossos sentidos então, imperdoável.

Aqui, então, está U-boat 977, um livro escrito por um homem valente e habilidoso, que foi  instrumento desta malévola tradição. Ao escrever um prefácio para um tal livro, eu não estou agindo por qualquer perdoa-e-esquece princípio; o Autor, e homens como ele, estavam tentando matar a mim e a meus amigos por cinco anos a fio na Batalha do Atlântico, e eu os detestava e temia por isso, e ainda os detesto. Mas é certo que, quando a luta acabou e os U-boat foram derrotados, devemos tentar aprender alguma coisa do outro lado do quadro: que devemos saber o que estava na extremidade oposta do periscópio, que devemos entender o que fizeram estes homens simplesmente matar.

Aprendemos todas essas coisas a partir deste livro, e é por isso que deve ser lido. Aprendemos da formação de jovens homens de U-boats e de sua iniciação neste tipo especial de morticínio. Aprendemos o que eles sentiam quando tinham a presa na sua mira - e, ao contrário, os seus sentimentos quando, como muitas vezes aconteceu, eles se tornaram a presa em si mesmos, e quando as cargas-de-profundidade começavam a trovoar e rachar perto de seus ouvidos. O autor foi, durante grande parte da guerra, um comandante de U-boat, e devo dizer, um dos bons, ou não estaria vivo hoje; aprendemos também o que foi isso, e a tremenda pressão de tal comando.

Aprendemos sobre a chegada do radar na guerra do mar, esta arma vital que mudou todo o quadro da luta e, finalmente, igualou a escala entre U-boat e Escolta. Aprendemos, por inferência, do enorme custo de manter a linha de vida Aliada através do Atlântico, com uma frota de U-boats, caindo por vezes, em cima de um comboio e rasgando-o em tiras, e às vezes sendo sangrentamente derrotados no ato do ataque. Entendemos, de fato, o que nós só havíamos adivinhado e temido, naqueles péssimos dias passados.

 

O livro termina com a fuga do U-977 para a Argentina, no final da guerra. Esta é, em si, uma história notável; a viagem levou três meses e meio, com a tripulação, por vezes disciplinada, por vezes à beira do motim; e ao mesmo tempo o U-boat passou sessenta e seis dias consecutivos sob a água -uma façanha de resistência e determinação que merece todos os tributos. Mas há sempre um algo a mais em uma história como esta; e para mim, o ponto alto deste livro é um pequeno incidente no início do mesmo, que descreve o afundamento de um navio-tanque.

 

Ele foi afundado no Atlântico Norte, partindo-se em dois num clima severo. Não foi, é claro, dado nenhum aviso; simplesmente o avistamento, a perseguição, a mão no gatilho, o doce momento do assassinato. Quando tudo acabou, o Autor nos diz, quando os sobreviventes foram deixados para morrer, o navio atingido, tragado pelo mar, "que colocamos alguns discos de vinil na vitrola, e passamos a ouvir as velhas canções que nos lembram de casa."

O livro inclui também, para nos fazer explodir em lágrimas, um suspiro por algo que outros U-boats, não conseguindo atingir a Argentina, aparentemente procurou em vão: "um decente respeito para os derrotados".

 

Ah, Alemanha!

 

Mas leia-o por si mesmos. É valioso, como eu disse, por sua imagem autêntica, detalhada e nitidamente focada, neste tipo de guerra. É mais valioso ainda pela história inferencial, a bruta força motriz por trás de tudo, a razão pela qual os U-boats surgiram em primeiro plano. Lendo-o, absorvendo seus contornos sujos e violentos, nós ficamos sabendo o quão longe a política pode viajar no caminho para a insanidade, e o que os homens podem fazer para  outros homens em sua ávida sensualidade pelo poder.

 

NICHOLAS MONSARRAT

 

 



Escrito por Pérola às 15h46
[] [envie esta mensagem
] []





 

Alguns Eventos

 

Hotel Fazenda Cheiro de Mato - Mairiporã - S.P.

 

Lar Sírio - Shoping Frei Caneca - São Paulo

 

Associação dos Magistrados Brasileiros - Guarujá - S.P.

 

 



Escrito por Pérola às 01h33
[] [envie esta mensagem
] []





 

Conheça Daniel Pérola, o renomado pianista que se apresentará no CPP

Aos apreciadores da boa música, o pianista Daniel Pérola apresenta um repertório eclético, em especial o romantismo da música popular brasileira. São cinco décadas fascinando plateias no Brasil e no exterior. Como solista ímpar, domina o piano de forma fascinante e diferenciada. Na tarde de 11 de setembro, às 14h30, Daniel Pérola fará uma apresentação especial no palco do teatro do Centro do Professorado Paulista em seu show “O amor e a música”, em homenagem a todos os professores. Para que todos possam conhecer melhor o perfil do renomado pianista e a sua admiração pelos professores, a Secom ( Secretaria de Comunicação do CPP), fez a seguinte entrevista:

Secom: como você pode definir o seu show “O amor e a música” ?

Daniel Pérola: na realidade são palavras com significados complementares. Bethoven dizia que o movimento dos astros no espaço gera um som harmônico e chamado de “Harmonia das Esferas”. A atração que os astros produzem entre si é idêntica ao sentimento que atrai um ser humano ao outro e chamamos de Amor. Isto é captado pelo compositor que transforma em Música, que marca os momentos de nossa vida. E aí está o acontecimento que eu pretendo, imodestamente, chamar de “Show o Amor e a Música”.

Secom: e o seu repertório, como é selecionado?

Daniel Pérola: meu repertório é muito grande por uma razão: eu memorizo somente a melodia. O arranjo e a harmonização eu faço na hora, podendo ser em 6 tonalidades diferentes. Isto agrada ao público em geral, porque as músicas muito bonitas agradam à maioria. Claro que para a estrutura do show eu escolhi músicas muito queridas de qualquer público e montei um texto que traduz em palavras o conjunto de sentimentos que deliciam nossa alma.

Secom: em suas apresentações, quais as músicas que mais agradam ao seu público?

Daniel Pérola: românticas em geral, nacionais e internacionais.

Secom: quem são os seus compositores prediletos?

Daniel Pérola: não tenho compositores em especial. O que me agrada são músicas especiais, melodiosas, românticas, e estas provêm de muitos compositores.

Secom: como foi o início de sua carreira?

Daniel Pérola: venho de família muito pobre da periferia de São Paulo. Nasci no bairro do Belém, me criei na Vila Ré e Vila Carrão. Meus pais eram protestantes. Meu pai, regente do coral da igreja que havia fundado teve que reorganizar o Coral da Igreja Matriz, deixando a responsabilidade do coro, em minhas mãos. Eu tinha 10 anos de idade. Até os 16 anos, em função de perseguição e inveja, os regentes pararam em protesto. Com 11 anos comecei a estudar piano com um professor cego. Só conseguia pagar trocando meus serviços de secretário pela mensalidade. Meus pais eram servidores públicos. Ele era civil da Aeronáutica. Minha mãe, inicialmente foi servente de grupo escolar. Começou ganhando 1 salário mínimo e depois de muito esforço e dedicação, por muita sorte se aposentou como auxiliar administrativa de um colégio estadual, com 1 salário mínimo. Hoje continua a ganhar o mesmo salário mínimo! Coisas de governos pútridos! Fiz 4 anos de piano e precisei parar por não ter condições financeiras para ir a um Conservatório. Estudei harmonização e solfejo. Segui por minha conta e desenvolvi um sistema de execução que eu denomino de piano solo, onde agrego a plasticidade que falta no piano, redobrando os acordes e acionando de uma forma especial o pedal. Sou profissional há 33 anos. Me apresentei em 3 estados americanos, 2 transatlânticos,1 piano bar, 1 piano bar na Associação Paulista de Magistrados - pianista do 3º melhor Hotel da Rede Sheraton nos Estados Unidos,Bal Hourbor em Miami Beach, entre outros. (Confira o meu portfólio: http://www.culturalbrasil.com/administrador_1.html).

Secom: e a homenagem aos professores?

Daniel Pérola: desde pequeno, me passaram um enorme respeito pelos professores. Se viesse um bilhete de reclamação deles, recebia muita bronca. Então, nós os víamos como figuras muito especiais. Tínhamos enorme admiração. Quando pequenos, brigávamos para carregar a pasta deles.Aos 13 anos, comecei a trabalhar como office-boy. Fiz o ginásio e clássico à noite. Os professores eram nossos parceiros de esforços e lutas, depois de um dia de muito trabalho. Segui a luta da minha irmã Elisabeth como professora que conseguiu se aposentar como diretora auxiliar numa escola rural, em Mairiporã. Acompanhei os estudos dos meus filhos e vi despencar a figura tão linda do professor. Acompanho muitos amigos educadores no Facebook lutando e tentando resgatar a dignidade. Quando vi a foto daquela professora de Franco da Rocha espancada, cheia de hematomas, chorei e tive um impulso de abraçá-la. Então, tive a ideia de oferecer minha música como um gesto de um imenso abraço e carinho aos meus queridos professores.

Secom: que mensagem você gostaria de deixar aos educadores?

Daniel Pérola: todos nós, os nossos filhos, os nossos netos e descendentes precisamos de vocês. Vamos conseguir extirpar os políticos que sugam nossos esforços, se locupletam, nos roubam a dignidade e, por consequência, sucateiam a coisa mais preciosa para uma nação que é a condição financeira, aparato e trabalho da sagrada Educação.

Não desanimem! Será para mim uma grande honra levar a divina música ao coração de vocês.


SECOM/CPP



Escrito por Pérola às 12h58
[] [envie esta mensagem
] []





Oh, tristeza me desculpe,

Estou de malas prontas,

Hoje a poesia veio ao meu encontro,

Já raiou o dia, vamos viajar !

Vamos indo de carona,

Na garupa leve do vento macio,

Que vem caminhando,

Desde muito longe, lá do fim do mar,

Vamos visitar a estrela da manhã raiada,

Que pensei, perdida pela madrugada,

Mas que vai escondida,

Querendo brincar,

Senta nessa nuvem clara,

Minha poesia, anda, se prepara,

Traz uma cantiga,

Vamos espalhando música no ar,

Olha quantas aves brancas,

Minha poesia, dançam nossa valsa,

Pelo céu, que o dia,

Fez todo bordado de raios de sol,

Oh, poesia, me ajude.
Vou colher avencas,
Lírios, rosas, dálias,
Pelos campos verdes,
Que você batiza,
De Jardins do Céu.

 

Mas, pode ficar tranqüila,
Minha Poesia,
Pois nós voltaremos,
Numa Estrela-Guia,
Num Clarão de Lua,
Quando serenar...

 

Ou, talvez até, quem sabe?
Nos só voltaremos,
Num cavalo baio,
No Alazão da Noite,
Cujo nome é Raio - Raio de Luar...



Escrito por Pérola às 22h03
[] [envie esta mensagem
] []





Penso
em, como fomos, em como somos, em comoção,
penso em mim e em ti, batidas distintas,
de um só coração

Penso em como poetizar, me fazer entender
em como lhe falar, em como poderá ver,
que se meu coração por você acelera, ó dor !!
também morrerá o teu, coração, do mesmo eterno amor!!

Mas se em mim teu corpo descansa
regozija meu mundo e tudo mais é nós dois
meu coração também no teu se amansa
e que tudo mais fique pra depois....

Betão
http://www.youtube.com/watch?v=SItojJxYKCo&feature=related



Escrito por Pérola às 00h12
[] [envie esta mensagem
] []





Nosso VÍDEO Entre os destaques da NME
 
 
NME is a British weekly music magazine. Featuring agenda-setting news, the UK's most comprehensive gig guide,
definitive reviews of the week's hottest gigs, tracks and albums, and fiery comment from the nation's most opinionated writers,
it's the essential guide to the week in music.

NME comes out every Wednesday, is priced £2.30 and is available in all good newsagents.

Shockwaves NME Awards 2010 Videos

Watch the very best Shockwaves NME Awards 2010 videos,

including NME's latest video interviews, gig and concert footage,

backstage and behind the scenes clips, tour diaries from your

favourite bands and more.

For yet more great videos tune into NME TV on Sky Channel 382.

____________________________________________________________________ 

 

Daniel Perola - Hall Imperatriz + Gonzaguinha.MPG

____________________________________________________________

 

 Transatlantic Empress in 2008-2009 season. Presentations of the Pianist in the Piano Bar Embarcadero Transatlantico Imperatriz Temporada 2008/2009.

  
 


Escrito por Pérola às 14h57
[] [envie esta mensagem
] []





Destaques

Daniel Pérola 


foi o Pianista do Transatlântico Pacific, temporada 2007/2008, 
na rota Recife/Natal/Fortaleza/Fernando de Noronha.
Êle foi o tema e cenário da Série Americana "The Love Boat"
por mais de uma década.

 

A pimenta mais ardida do mundo   Alimentos que Curam 

Cartazes de Filmes    Cristo feito com um único traço 

CURA DO CÂNCER?   Maravilhosas esculturas feitas com alimentos  

Mona Lisa, imagem feita com copos de café    Significado dos Nomes 

Tocando o céu  Significado do Dia do Nascimento
Próstata e Câncer  Técnicas Cirúrgicas de Varizes
***Viva nossa querida Cidade de São Paulo - 456 anos!

Agronegócios - Brasil já é o terceiro maior exportador agrícola do mundo...

Detalhe:   o segundo não é um país, é uma comunidade de 27!
Ranking de Exportações/Importações: Estados, Países e Produtos 
Ferrovia NorteSul    Ferrovia CentroAtlântica

 



Escrito por Pérola às 00h43
[] [envie esta mensagem
] []





 

equipedanper@bol.com.br   -   www.culturalbrasil.com

Viva Maceió!

Mais fotos?   http://picasaweb.google.com.br/equipedanper/FotosImperatrizTemporada20082009

 



Escrito por Pérola às 02h21
[] [envie esta mensagem
] []





Jesus, fala pra ela... 

 

Apaixona-te por alguém que te ame,...

que te espere, te compreenda mesmo na loucura.

Por alguém que te ajude, que te guie,...

que seja teu apoio, tua esperança, tua ternura.

 

Apaixona-te de alguém que não te julgues.

Que seja fiel, que sonhe contigo,

que só pense em ti e atitudes,

e em teu rosto faça nascer um sorriso.

 

Apaixona-te de alguém que te renoves,

em teu espírito, em tua delicadeza,

e não em teu corpo ou em teus bens,

que não seja essa a sua fraqueza.

 

Apaixona-te por alguém que te espere até ao final,

de alguém que seja o que você não espera.

de alguém que te surpeenda na hora real,

na paz e nas adversidades que supera.

 

Apaixona-te de alguém que sofra contigo,

que ria junto a ti e te seque as lágrimas,

que mesmo que tenha sofrido,

se alegre com tuas alegrias.

 

Apaixona-te de alguém que mesmo cansado...

que te abrigue quando seja necessário,...

que te dê forças depois de um fracasso,...

te ilumine a vida como um lampadário.

 

Apaixona-te por alguém que volte ao teu lado...

depois da briga, da decepção,...

que perdoe seus tropeços, desarmado,....

que te aqueça o coração.

 

Apaixona-te por alguém que caminhe contigo,

que seja um bom companheiro e saiba amar,

que respeite tuas fantasias, teu lado aflito,

que te desarme com um simples olhar.

 

Apaixona-te por alguém que te queira,

que mesmo longe se faça sentir presente,

se importe com o que te chateia ,

que não tenha medo de dizer o que sente.

 

Apaixona-te por alguém que erre...

Mas no pedir perdão se torne valente.

Apaixona-te por alguém que te ame,

Por alguém que te faça sentir-se gente.

 

Apaixona-te por alguém, sem segredo...

Não te apaixones pelo amor loucamente.

Apaixona-te por alguém que sem medo...

seja apaixonado por ti, simplesmente.

 

Luiz Antonio Schimanski

29/06/2008



Escrito por Pérola às 01h25
[] [envie esta mensagem
] []





Vídeos do Youtube

You needed me

 http://www.youtube.com/watch?v=Jj5zznHKnDI

 

Esta tarde vi chover

http://www.youtube.com/watch?v=JNl8YPy4DlE

  

Gente Humilde

http://www.youtube.com/watch?v=jOdDuoK7HBQ

                 

Amore Scusame

 http://www.youtube.com/watch?v=yaff-hdEsgQ

  

Navio Imperatriz - somente parte da música

 http://www.youtube.com/watch?v=Qvo8XJkXSBk

 

Gonzaguinha

http://www.youtube.com/watch?v=k68uRGSfeLM

 

My Way

http://www.youtube.com/watch?v=8N2oAfvmSho

 

 



Escrito por Pérola às 13h13
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por Pérola às 12h49
[] [envie esta mensagem
] []





Desígnios

 

Alguém pode me dizer
se estava prevista na palma da minha mão
esta paixão inesperada
se já estava escrita e demarcada
na linha da minha vida
se fazia já parte da estrada
e tinha que ser vivida

ou foi um desgoverno repentino
que surpreendeu os deuses, todos
os que desenham nosso destino
ou foi um desatino, uma loucura
uma imprevisível subversão
que só a partir de agora eu trago marcada
na palma da minha mão.

 

Bruna Lombardi



Escrito por Pérola às 11h56
[] [envie esta mensagem
] []





 

Venha conhecer o novo PORTAL que direciona para outros sites:

Cultura  -  Arte  -  Negócios

www.culturalbrasil.com



Escrito por Pérola às 16h22
[] [envie esta mensagem
] []










Escrito por Pérola às 16h09
[] [envie esta mensagem
] []





Apresentação Refúgio Cheiro de Mato - Mairiporã - SP

Outubro/2009

 



Escrito por Pérola às 10h52
[] [envie esta mensagem
] []





Visite o site: http://sites.google.com/site/equipedanper/home

                 Quer ouvir trechos do Cd "Daniel Pérola toca Mpb" ? 

                    http://cdbaby.com/cd/danielperola

 

 

 

Galeria de Fotos

Nossa Galera

 

Transatlântico Imperatriz,

Rota

Rio/Maceió/Salvador/Rio

 

 http://picasaweb.google.com.br/equipedanper/GaleraDoImperatriz20082009#

 

 
 

 



Escrito por Pérola às 15h19
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Galeria de Fotos

 

 

 

Transatlântico Imperatriz,

Rota

Rio/Maceió/Salvador/Rio

 

http://picasaweb.google.com.br/equipedanper/FotosImperatrizTemporada20082009

 

Temporada 2008/2009

 

 



Escrito por Pérola às 16h37
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Galeria de Fotos

Temporada 2007/2008

 

Transatlântico Pacific,

o único autorizado a fazer a Rota

Recife/Natal/Fortaleza/Fernando de Noronha

 

http://picasaweb.google.com.br/equipedanper/Pacific#slideshow

 

Fernando de Noronha

 

http://picasaweb.google.com.br/equipedanper/FernandoDeNoronha20072008#slideshow

 

 



Escrito por Pérola às 01h35
[] [envie esta mensagem
] []





 

Obrigado de coração pela tua apreciação do meu CD

"DANIEL PÉROLA toca MPB", a divulgação no teu Orkut

e para os amigos trabalhando aí do outro lado do mundo...

 

 

Betão - Japão

 

Adorei...

Músicas, como Ronda, Como Vai Você,

Eu Sei que Vou te Amar, apesar de clássicos da Mpb,

 ganharam um lirismo clássico, harmonioso

e de excelente bom gosto!!!

Aguça o paladar auditivo de quem ama boa música!!! rsrs...
Imperdível mesmo meu amigo...
Mais uma razão pra ganhar aí sua estrelinha entre meus amigos!!! Vou colocar umas gravações em vídeo com interpretações
de Mpb que tbm é um estilo que adoro!!!

Assim que as tiver te envio ok...

Abração, e pode ter certeza que divulgarei com

maior orgulho teu trabalho por aqui,

 entre nossa comunidade!!!

 



Escrito por Pérola às 00h41
[] [envie esta mensagem
] []





 

Nossos queridos cantores

Mary  (Solo e da Cia. de Dança) e

André (tecladista, violonista e acordeonista)

também  casados  na vida real.

Excelentes profissionais, competentíssimos,

grandes e carinhosos amigos

 

Da esq. p/ direita: Joni Iuma teclado,

Lúcio Gadelha baixo,

André & Mary,

Marcelo guitarra

 

Última viagem a Noronha

Mary, André, Vania e Alê Campos

 

 



Escrito por Pérola às 12h07
[] [envie esta mensagem
] []





 

João Farahgutti

 

Coreógrafo e Diretor das Cias.

Bailamaris e Sobre as Ondas,

com a Thaís Sanches,

Diretora dos Eventos Artísticos

dos Transatlânticos da CVC

 

É mole?

Thaís & Farahgutti, fotografados by Pérola!

 



Escrito por Pérola às 21h22
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Gi, uma das nossas bailarinas...

Grande figura. Sempre com um sorriso no rosto,

muito belo por sinal, sempre muito elegante e maquiada

com muito bom gosto, sempre atenciosa e

com um papo que denunciava uma alma

muito culta, e ‘equipamento’

para papos de alto nível!

 

Aqui com amigos, indo para o

Festival de Dança de São José dos Campos - SP

Lili, Gi, Rô e Thici

 

 

Aqui Ela e Noronha como moldura...

chique, né?

 

 



Escrito por Pérola às 00h27
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Nosso inesquecível passeio de Escuna em Noronha

 

Ficamos muito felizes quando apareceu uma lista de

quem queria sair para um delicioso passeio marítimo numa

Scunna especialmente fretada exclusivamente

para o Staff, isto é, nóis, cara-pálida!

Quase todo mundo se inscreveu.

Na foto estão os Músicos, Cantores, Cantoras,

Recreadores, Pessoal das Excurções,

da Boutique, da Recepção, etc.

Só não está na foto a Maria Butcher,

justamente ela, de quem eu ‘roubei’ a foto do seu Orkut...

Mas como prêmio, mostro duas fotos

de sua temporada, agora em Tókio

 

 

 Estréia

 

8,00hs da manhã -fim da balada... rs rs

 

 

 

 



Escrito por Pérola às 10h09
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

 Inventando uma lenda...

É sabido que nunca se viu a Mãe Natureza

pintando um quadro.

Mas diz a lenda que num momento de

muita inspiração, ternura e preito de gratidão

à seu Criador, o Supremo Arquiteto do Universo,

ela armou um tripé de pintura e

pintou este primor...

 



Escrito por Pérola às 00h53
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Fernando de Noronha 

Reflexões...

 

Como nós, Seres Humanos, podemos ser tão insensíveis com nossa Mãe Natureza?

Talvez inconscientemente tenhamos ódio e desprezo

pelo Belo, pela Harmonia, pelas Cores...

Logo, provavelmente, não veremos mais

Espetáculos como estes:

 

 

 

 



Escrito por Pérola às 00h52
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

 

 

22 de Maio, “Dia do Abraço”

 

Olá, querido!
Hoje, 22 de maio, é dia do abraço.
Se vc xeretar por aí... verá que escolhi vc e só vc - (e nem sei por quê!) - para mandar um superabraço!
Eu disse: "Estou saindo, não quero ficar pendurada no PC, tô sem tempo, hoje é dia do abraço e quero comemorar... e será... huuummm... será... será o PÉ!!! Acho que é pelo fato de ter sumido daqui temporariamente... Mas eu sempre volto!
A gente ainda não se encontrou pessoalmente, mas meu abraço pra ti é beeeeeeeeeem grande, carinhoso e sincero porque simplesmente gosto de você à toa. O humor, nos dias de hoje, é imprescindível. Essencial. Não dá pra não rir. Não dá pra viver mais sem fazer graça. Rir de tudo. Rir das coisas... com sabedoria e lucidez, é claro. Sem deboche (às vezes... ehehehe), mas com elegância!
E só quem tem muita história pra contar... quem já comeu muita grama... quem tem muita vida correndo nas veias... sabe do que estou falando.
Um abraço, amigo virtual, de coração com coração.

Tenha um superdia!
OM SHANTI (paz profunda!)

 

_________________________

 

Ô Andréia,

 

Que mimo especial este teu recado.

Linda por fora e por dentro.

Sabe, meditando um dia destes (quiçá merditando...)

me peguei observando a ‘concentração de significado nas palavras’.

Tem figuras, que vou me abster de colocar seus nomes, mas são

tidos com ‘líderes’, que têm expressões vazias de conteúdo, não

dizem nada.

Por outro lado o Maior de todos nestes 2.000 anos, Jesus, dizia  numa

parábola um monte de conteúdo que supera aquele conjunto de frases e

dá condições de se ficar pensando em muitos outros aspectos

além dos ali explicitados. Dão matéria prima para meditação.

Por exemplo: E o irmão do filho pródigo?

O cara segura a barra sozinho com o pai e vem o porraloca do irmão  

e recebe uma tremenda festa... E assim por diante.

Uma vez vi num pára-choque de um caminhão esta frase:

“Até agora nada”

Como pode três palavras suscitar tantas reflexões?

Mesmo que sacana, mesmo que jocosas, mesmo que não especiais.

Porque falei isso?

Por uma expressão nos teus recados que já me fizeram rir muito

e no momento que li, me lembraram as reflexões acima:

“Ai Jesuis... “

Como pode duas palavras, passar tanto emoção? dizer tanto?

Supermercado com a mãe? Trabalhar? Sair com chuva e frio, etc.?

E só pessoas inteligentes, portanto bem humoradas, portanto perspicazes,

portanto especiais, ‘portantoandréiasdavida’ sabem usá-las...

Me sinto lisonjeado pela escolha do abraço.

Isto te faz devedora de pelo menos mais dois:

-quando nos conhecermos pessoalmente e este que fui homenageado...

Bjs

Pé (com orgulho)

 

 



Escrito por Pérola às 16h11
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Leila em Noronha, última viagem

 

Éramos ‘inimigos cordiais’...

Ela era a responsável pela gráfica no Pacific.

Tudo o que se referia a cópia, passando pelo Diário de Bordo, que era colocado toda manhã debaixo da porta das cabines de Passageiros, era produzido pela Leila sozinha, lá embaixo quase no porão, em sua sala no 2º Deck.

Quando eu precisava de alguma coisa, descia até sua sala e quando entrava, ela ia dizendo coisas do gênero:

“Ai meu Deus, meu dia estava indo tão bem e já vieram estragar...”

E eu então dizia, tipo: “Você pára de provocações senão não te dou mais a honra de quebrar meus galhos, hein bom...”

E ela com a máxima atenção e carinho, fazia de tudo para ajudar.

Grande alma, nossa querida Printer (como era chamada).

 

 



Escrito por Pérola às 01h33
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Último dia em Noronha, última praia,

última confraternização com os amigos, irmãos,

nossa família naquela ‘barquinho’...

 

Da esquerda para a direita:

Daniel Pina (baixista e quitarrista)

Nido (baixista e guirarrista)

componentes do Conjunto À Deriva)

Dema Camazzo (cantor, violonista)

 

 

 



Escrito por Pérola às 11h53
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Pacific, madrugada na Boite.

 

Nunca imaginei que aquela ‘paulera na molera’ que o nosso

DJ Claudinho (que inclusive virou pai naqueles dias) providenciava, fosse me fazer tão bem!

Incrível, mas fazia um efeito como de um contraponto no meu cérebro acostumado a tocar só músicas de alto nível, românticas, quadradas, harmônicas.

Íamos para a Boite, ríamos à bessa, dançávamos,

nos confraternizávamos  com os Passageiros.

Muito lindo.  Muitas saudades...

 

Nesta foto vemos, da esquerda para a direita:

Diana (bailarina), Marcelo (baixista), Thaís (diretora musical dos Transatlânticos da CVC), André (cantor, tecladista e violonista),

Denis (bailarino), Dema Camacho (cantor, violonista e produtor)

Vanessa (bailarina)

 

 



Escrito por Pérola às 00h37
[] [envie esta mensagem
] []





 

Cissa, esta baiana linda, inteligente e sempre muito bem humorada, foi uma das passageiras que deixou saudades.

 

Pedi emprestado ao meu amigo Sandoval, responsável por toda a informática do Pacific, sua Sony Cybershot e saí feito um ‘fotografador maluco’, tirando mais de 140 fotos, de todo o navio, dos amigos e de alguns passageiros, como a Cissa.

 

Esta foi a “Noite Tropical” em que ela faz um  brinde à foto e à vida!

 

 

 



Escrito por Pérola às 23h44
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

PACIFIC

Boite, 2 horas da matina, última viagem...

 

A rapaziada (passageiros) toda alegre e sentindo-se prestigiada porque o ‘porraloca’ do Pianista estava dançando e tirando um mundo de fotos do pessoal!

Imediatamente se colocaram ao meu redor e tiramos esta bela foto:

 

 

 

Estes são prêmios de uma vida vivida com cuidados especiais.

Um deles foi sempre conservar a jovialidade da Alma. 

Ter uma rapaziada feliz por ter te colocado na roda, brindando e dividindo suas alegrias com alguém bem mais velho, me dá um reconhecimento, um prestígio de valor inestimável.

Esta é minha colheita, gloriosa colheita!

Cito a frase da esposa de um ex-governador do Paraná, citada numa entrevista à Jornalista Vania Mara Welte, que aos 90 anos, toda manhã repetia mirando-se no espelho:

“Flora, não morra antes de morrer!”

 



Escrito por Pérola às 22h26
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Transatlântico Pacific

 

 

Vivi 116 dias neste ‘balouçante hotel’...

 

Nunca pensei que iria viver uma experiência tão incrível!

Nunca imaginei que poderia ter uma profunda vivência de um dos 3 mandamentos destacados como síntese dentre os 10, por Jesus, qual seja “amar o próximo como a ti mesmo”.

Incrível!

Nós nos cumprimentávamos todas as vezes que nos cruzávamos,

dávamos as mãos, repetíamos os nomes, com um carinho como nunca tive e vivenciei em minha vida.

Pela convivência, pela distância de nossos lares, nossos entes-queridos, pela realidade própria e diferente que experimentávamos, por tudo e muito mais, o fato é que nos amávamos de uma forma muito especial.

Isto nos deixa uma saudade muito grande.

Um vazio que não preenchemos em terra.

Se passarmos por algum amigo e cumprimentar novamente no mesmo dia, o camarada vai nos achar malucos!

 

Mas não foi assim no nosso querido ‘barquinho’...

Dele saí com uma nova visão do ser humano e com muito mais facilidade de amar meu próximo, quase como a mim mesmo...

 

 

 

Nossos queridos cantoras e cantores e nosso Diretor de Cruzeiro:

Maria Butcher (indo para uma temporada no Japão); Mary e Roberta; Dema Camazzo, André, Sílvio Antunes, Roberto Sá e Alê Campos.  



Escrito por Pérola às 03h36
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Meu caro Neil Reis,

 

apesar de não precisar de teu trabalho (nosso querido Técnico de Som do Pacific), pois o piano é absolutamente acústico, desde que embarquei notei o teu imenso trabalho, brigando com equipamentos velhos, contra a maresia e a incompreensão humana (e este é o pior inimigo) que não compreendia e, portanto não valorizava teu trabalho.

Mas tenho orgulho de ter tua amizade e ‘tua saudade’ minha.

Você não é só Técnico de Som, mas de Almas, com tua imensa sensibilidade e carinho com as pessoas.

Além disso, ainda roubei duas fotos do teu Orkut e publico aqui no meu (e dos amigos) cantinho...

A primeira tirei eu de você junto com meu querido amigo Marquinhos.

As outras foram furtos descarados mesmo...

 

 

 

As Nossa equipe das Excursões (aquelas belas garotas que pacientemente indicavam e explicavam, as vezes 10.000 vezes as mesmas coisas para os passageiros) Renata, Alessandra, Huglênia e Gleice

 

 

 

No Porto de Fernando de Noronha, com um delicioso vento em nossas 'caras', Rui (técnico de comunicações), Mirella (uma das belas garotas da Boutique), (este negro retinto, 130 kg e 1,93 m de competência, carinho alegria e belíssima alma, Júnior - Segurança), (imagine uma figura dessas chegar bem pertinho de alguém querendo brigar...) e 'nóis na fita, eu e Neil'...

 

 

 

 

 

 

 



Escrito por Pérola às 01h38
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

 

Mais amigos...

 

Estes são dois amigos, Delegados da Corregedoria do Detran

de São Paulo que torceram pelo meu sucesso lá pelos mares

do Nordeste  Brasileiro.

 

Forte abraço aos dois Franciscos, Chiaradia e Luppi. Aliás para

desgosto do Pescarmona (chefe deles lá na Corregedoria), dois italianos que não torcem pelo Palmeiras... (o primeiro é Corintiano e o segundo Sãopaulino)

 

 

 



Escrito por Pérola às 11h20
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

A amizade é a maior riqueza que o ser humano pode ter.

 

Tem um pensamento que diz:

- O amigo do amigo é amigo;

- O amigo do inimigo é inimigo;

- O inimigo do inimigo é amigo...

Meu querido amigo, Diretor da Associação dos Delegados

de São Paulo, José Emílio Pescarmona, é meu amigo

há 23 anos.

Ele por sua vez é amigo do Dr. Milton Sanches há 32 anos.

E eu fui o felizardo que herdou esta amizade do Homem dos Transatlânticos do Brasil!  Ninguém entende mais de navios de grande porte de passageiros por aqui.  Dr. Milton adquiriu a duras penas uma experiência inestimável.  E apesar desta importância é uma figura afável, atenciosa e bondosa.

Igualmente meu amigo que ‘está’ Delegado, mas é um grande

Artista, Cantor de músicas italianas tão bem cantadas e com dicção tão correta que italianos perguntam de que região da Itália ele é!  Querido pelos colegas, subalternos e amigos.

 

Pois é, eu sou um milionário!!!

 

 

 

 



Escrito por Pérola às 09h56
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

O grande Líder tem como características básicas o carisma, a paciência, a bondade, o autocontrole, a tolerância, o sorriso franco e constante, e acima de tudo o respeito para com os subalternos, além de outros predicados.

Este é o caso de nosso querido Comandante Antonio Pata que tenho a honra de partilhar momentos de descontração ao lado do piano e incluí-lo no meu Blog. Aliás, querido por todos os tripulantes do Pacific!

Devo deixar registrado que é um bom cantor de fados e canções latinas, como My Way em que mescla inglês com espanhol, possuindo uma voz suave e muito agradável.

Incluo esta foto em que ele aparece ao lado de sua esposa D. Maria do Socorro, competente Executiva de um dos maiores grupos empresariais do Brasil sediado aqui no Nordeste.

Ela também uma figura carismática como o marido, inegavelmente bela por fora como mostra a foto e por dentro, como em pouquíssimo tempo se observa no contato pessoal.

Parabéns, Casal 20!!!

 

 

 



Escrito por Pérola às 09h48
[] [envie esta mensagem
] []





 

Isabelle, que lindas palavras!

Ainda mais sabendo que você é Compositora (e também Poeta...).

Beijo carinhoso em seu Coração, também

 

Faltam-me palavras para descrever realmente o quanto ouvindo-te, se sonha sem adormecer. Tive a feliz oportunidade de além de ouvi-lo, vê-lo  e receber das tuas abençoadas mãos e autografado o teu CD, quando da viagem a Fernando de Noronha, no PACIFIC em inicio de março do corrente. Prossigo sonhando ao ouvi-lo, ainda que na solidão do meu quarto, quando se pode  adormecer embalada pelas tuas mãos Daniel, privilégio único de quem também é compositora e no silêncio da noite entre mim e a solidão, aproveito um pouco mais a companhia da inspiração, especialmente, quando somos embalados pelas tuas mãos que indiretamente nos acariciam. Espero ainda ter a oportunidade de realizar uma viagem como aquela e que você ainda possa estar diante daquele piano branco a nos embalar em alto mar.

Amo ouvi-lo.

Obrigada e desejo-lhe mais e mais sucesso.

Beijo no seu sonoro coração,

Isabelle Mara

 



Escrito por Pérola às 13h41
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Thaís Sanches

 

É sempre muito gratificante ver aliados,  beleza e inteligência.

 

Esta é nossa ‘chefa’.

Sempre carinhosa, atenciosa, participativa.

Competente em montar e dirigir os Eventos, Shows e Espetáculos e dar atenção aos subordinados, transformando-os sempre em parceiros.

Parabéns menina!!!

 

Com Thaís na praia em Noronha

 

Com Thaís, Diana e  Vanessa (bailarinas) na Boate do Pacific

Thaís dando show de bola na praia em Noronha com Sadam (diretor de cruzeiros) e

Robertinha (cantora)

 



Escrito por Pérola às 21h56
[] [envie esta mensagem
] []





Mais um trabalho do Grande Artista Mineiro

amigo Arquiteto Patrício Monteiro. Ele 'captura' a alma

da gente com um lápis...



Escrito por Pérola às 21h44
[] [envie esta mensagem
] []





Sr. Daniel Perola, Aqui é o Wagner da CVC.

Venho agradecer o presente.

Muito obrigado, de verdade!

Lindas músicas tocadas ao melhor estilo.

Espero trabalharmos juntos novamente em outras temporadas.

Abraço

Wagner Galvão

www.cvc.com.br
 

///////////////////////////////////////////////

 

Prezado Wagner e amigos da CVC:

Não pense que foi apenas um ato de generosidade.

Fiquei muito lisonjeado quando o Júlio Salgado me disse que queria

comprar meu CD porque tinha um amigo na CVC que tinha ouvido e

fazia questão que nosso amigo em comum comprasse lá no Pacific e

trouxesse para você.  Não quis receber e fiz questão de presenteá-lo

porque é o testemunho vivo de reconhecimento pelo trabalho. Se uma

pessoa esclarecida como você faz questão de mandar buscar um CD lá

no meio do Oceano Atlântico, muitas pessoas quererão adquirí-lo e esta

é uma garantia do meu sucesso.

 

Forte abraço

P.S. não me falte com o devido respeito me chamando de Senhor rs.rs.rs...

 



Escrito por Pérola às 13h13
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Visite meu site

site: www.danielperola.com

 



Escrito por Pérola às 12h54
[] [envie esta mensagem
] []






Oi Daniel, Quer dizer que perdi esse momento? rsrs

Adorei ter te conhecido e mais ainda seu trabalho tão especial!

Espero encontrar-te na próxima temporada do Pacific.

Parabéns pelo blog. Abraços

Cissa Salvador Bahia

Oi, Cissa, obrigado pela manifestação de apreço.

Você perdeu mas ganhou, porque te vi em diversas atividades

alegre e feliz.

Próprio de mulheres belas e inteligentes como você!

Feliz 2008 com muita saúde 



Escrito por Pérola às 12h53
[] [envie esta mensagem
] []





 

Faltou-nos oportunidade de agradecer-lhe os momentos inesquecíveis naquela sala do navio, onde o som do piano enchia-nos de emoções variadas. Nosso período no cruzeiro foi de 21 a 27 de fevereiro. Sou aquela evangélica, com quem você confidenciou, juntamente com minha amiga Zilda, ter sido evangélico de berço, e que já tocava piano desde os 10 anos e regeu coral também. Você tocou inclusive músicas do Jessé e também "Se paz a mais doce quiseres gozar". Amo esta música! Voltamos para nossas casas com o coração triste por não ter perguntado, o que o afastou do redil do "Senhor". Ainda há tempo. É todo nosso desejo. Falei ainda sobre a Mírian Carpineti que rege o coro da Igreja Presbiteriana de Vila Mariana, em São Paulo. Bom... valeu. Deus o abençõe na vida profissional. Obrigada e até um dia se Deus o permitir.

Prezada Sônia, obrigado pelas palavras carregadas de carinho

e emoção.  Saiba que foi gratificante atender seus pedidos.

 

Fui evangélico até os 16 anos.  Depois entrei para a Eubiose,

que é um colégio iniciático, onde  se estuda os 4 ramos básicos

do conhecimento humano: Religião, Arte, Filosofia e Ciência.

Hoje, décadas de estudo, não tenho mais uma religião: estudamos

todas e aprendemos a ver Deus em todas as manifestações da

religiosidade humana.

Não sou mais evangélico, sou Cristão, e honro a Deus e a seu

Glorioso Filho fazendo pelos corações humanos o que eu fiz

pelo seu e pelo da Zilda, para a Honra e Glória do Altíssimo.

 



Escrito por Pérola às 15h39
[] [envie esta mensagem
] []





Daniel, ficamos realmente contentíssimos com a viagem e em conhecê-lo mais ainda agora que prometeu nos fazer uma visita será um prazer, muito mais que isso, uma honra recebê-lo na nossa querida Guararema e em nosso lar para degustarmos um vinhozinho, é so marcar a data. Continue fazendo a felicidade dos passageiros do Pacific que só é completa ao som de seu piano mágico; você é realmente incrível, mas, faltou tocar Fortíssimo, lembra?

Abraços amigo ,creio que já posso chamá-lo assim né? (quem mandou me dar confiança) até qualquer dia aqui em Guararema e ou quem sabe num próximo cruzeiro ou nos bares da vida. A Erci agradece mais uma vez pelas músicas inesquecíveis daquela noite de seu aniversario; obrigado e até breve

Tiao e Erci



Escrito por Pérola às 15h20
[] [envie esta mensagem
] []





 

Daniel, sou aquele chato que o fazia relembrar as músicas no Pacific rumo a Fernando de Noronha. Obrigado por tornar nossa viagem mais maravilhosa ainda e por proporcionar momentos inesquecíveis, principalmente à minha esposa, Erci cujo aniversario foi dia 25/02 à bordo do Pacific e ao som desse pianista excepcional.

Saiba que você marcou nossa vida para sempre, não importa que já nem se lembre de nós pois muitos passam pela sua vida, o que importa é que jamais o esqueceremos. Se algum dia vier a Guararema teremos imenso prazer em recebê-lo. Abraços sinceros e parabéns pelo talento, simpatia e humildade, e que Deus o ilumine e preserve por muito tempo para que possa proporcionar a outros a mesma felicidade que nós sentimos.

Obrigado, Daniel

Sempre seus admiradores Tião e Erci

 

Tião e Erci, não só não esqueci de vocês, quanto vou qualquer dia tomar um vinho com vocês aí em Guararema!!!

Fraternal abraço

 

 



Escrito por Pérola às 10h02
[] [envie esta mensagem
] []





 

O Brasil repleto de grandes artistas...

 

Patrício Monteiro é um deles.

Arquiteto renomado em Belo Horizonte, com muitos anos de ‘janela’

na profissão, o Artista chegou enquanto eu tocava uma seleção,

virou uma das poltronas em minha direção, logo ao lado, e eu sem

saber qual a intenção.  Pensei ser um entusiasmado ouvinte que se

aproximou bem, para ouvir melhor.

Tranqüilamente ‘sacou’ seu bloco de desenho e seu lápis e começou

a rascunhar.  No espaço de 2 músicas que eu toquei, Patrício fez

esta maravilha de desenho, além de outra que pousei e futuramente

vou mostrar aqui no Blog. 

Vejam como o Artista é capaz de desenvolver um assunto em

simples e poucos traços num papel...

 

Grande Patrício Monteiro, uma saudoso abraço

 



Escrito por Pérola às 09h32
[] [envie esta mensagem
] []





 

O grande Líder tem como características básicas o carisma, a paciência, a bondade, o auto-controle, a tolerância, o sorriso franco e constante, e acima de tudo o respeito para com os subalternos, além de outros predicados.

Este é o caso de nosso querido Comandante Antonio Pata que tenho a honra de partilhar momentos de descontração ao lado do piano e incluí-lo no meu Blog. Aliás, querido por todos os tripulantes do Pacific!

Devo deixar registrado que é um bom cantor de fados e canções latinas, como My Way em que mescla inglês com espanhol, possuindo uma voz suave e muito agradável.

Incluo esta foto em que ele aparece ao lado de sua esposa D. Maria do Socorro, competente Executiva de um dos maiores grupos empresariais do Brasil sediado aqui no Nordeste.

Ela também uma figura carismática como o marido, inegavelmente bela por fora como mostra a foto e por dentro, como em pouquíssimo tempo se observa no contato pessoal.

Parabéns, Casal 20!!!

 

 

 



Escrito por Pérola às 10h59
[] [envie esta mensagem
] []





GALERA DE VITÓRIA

 

Caro Daniel,

Como vai a ansiedade pelo fim de temporada? Imagino que não obstante o prazer de tocar para inúmeras pessoas que raramente tem o privilégio de acompanhar uma semana de boa música em local tão aconchegante como o deck 6 do Pacific (melhor seria sem os inúmeros fumantes), deves estar louco par uma temporada em terra firme, sem contar a saudade dos familiares.

Torcemos muito para que tua estada no Pacific tenha sido ao menos um razoável percentual do que foi para nós passageiros que tivemos o prazer de horas agradabilíssimas e inesquecíveis. Corroboro o convite para que nos visite em Vitória ES e, mantenha-nos informado dos teus novos projetos.

Grande braço e até breve.

Elias e Inacia

PS; Os pacientes da Lili estão maravilhados com o CD de tuas músicas. Ela gostaria de ter mais opções de laser para eles na hora do torturante "motorzinho". Eu lhe disse que o teu outro CD não foi disponibilizado para vendas, mas ela não se conforma.   

__________________________

 

Ô Tocador de pianola,
Como é que vc está, blz?
E por onde vcs estão agora? Mesmo percurso?
Minha mulher está me cobrando outros cds seus, pois ela põe pra tocar no consultório só que é muito curto.
Vê se corta esse miserê de músicas num cd e rola logo um mp3 - deve caber umas duzentas, né?
Então paiaço, providencie essa bagaça logo, cara.
Acho que vc está fazendo corpo mole. Tem que trabalhar mais. Acho que está faltando uma platéia capixaba pra fazer vc produzir mais, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Um abração
Caetano
P.S. Estamos estudando a possibilidade de fazer outro em dezembro Ilhéus-Santos-Salvador-Ilhéus, se fecharmos te aviso.

E ai de vc se não estiver por lá.

________________________

 

Queridos Elias e Inácia, Walcy e Lili,

Vocês marcaram indelevelmente minha vida e sinto além da honra de tê-los conhecido, uma grande saudade. Com tantos papos, muitos surgidos das músicas que vocês pediram e muitas delas que eu não tocava há muito tempo, minha semana passou rápido e prazerosa.

Chegava até a esquecer que muitíssimas vezes, quando minhas mãos iam tocar as teclas, a porra do piano não estava lá...

Beijão saudoso a todos

 



Escrito por Pérola às 10h40
[] [envie esta mensagem
] []





 

Visite meu site

site: www.danielperola.com

 



Escrito por Pérola às 10h31
[] [envie esta mensagem
] []





Oi Daniel,

Anexei uma foto nossa de outubro passado em Quebec no Canadá, quando fizemos uma viagem a serviço.
Bem, na verdade, eu fui trabalhar e a patroa foi ver se eu ia mesmo ao Canadá...

Abs,

 

><> ><> ><> ><> ><> ><> ><>

......Prof. Dr. Elias E. Goulart......

..........Sem pressa de viver!.........

.................Maranata!..................

.....eliasgoulart.blogspot.com......
tempodepensar.weblogger.net

<>< <>< <>< <>< <>< <>< <><

 

Foto Elias e Maria Rita

 



Escrito por Pérola às 09h56
[] [envie esta mensagem
] []





 

 

Respostas de uma sexóloga estressada...

01 - Tenho 20 anos e não transei ainda porque gostaria que a 1ª vez  fosse com um namorado fixo. O que você acha?

R: Minha 1ª vez também foi com um namorado fixo: eu o amarrei na cama.

02 - O que fazer para surpreender um namorado tímido na primeira noite?

R: Apareça com um amante.

03 - Tenho um amigo que quer fazer sexo comigo, mas ele tem um p...  de
24 cm. Acho que vai ser doloroso, o que fazer?

R: Manda pra cá que eu testo pra você.

04 - Como faço para seduzir o rapaz que eu amo?

R: Tire a roupa.

05 - Terminei com meu ex porque ele é muito galinha e agora estou  com outro. Mas ainda gosto do ex e às vezes ainda fico com ele! O que  devo fazer?

R: Quem era mesmo galinha nesta história?

06 - Quero saber como enlouquecer um homem só nas preliminares?

R: Diga no ouvidinho dele: "minha menstruação está atrasada..."

07 - Como enlouqueço meu parceiro em uma transa no banheiro?

R: Já usou desentupidor de pia?

08 - Saí com um gatinho e foi otimo. Só que agora fico com o maior  medo de ligar pra ele. Será que devo?

R: Depende. O gatinho sabe cagar na caixa de areia?

10 - Sou feia, pobre e chata. O que devo fazer para alguém gostar de mim?

R: Ficar bonita, rica e ser legal, obviamente!

11 - O cara com quem estou saindo é muito legal, mas está dando sinais de ser alcoólatra. O que eu faço?

R: Não deixe ele dirigir.

12 - Por que, na hora do sexo, quando a gente está no vai e vem, na  hora em que o corpo entra em atrito e faz aquele barulho de quem está  batendo palmas, a gente fica mais excitado?

R: É porque parece que tem torcida, tá ligado? Da próxima vez, grite pra galera.

13 - Eu não tenho uma cara propriamente linda. O que fazer para conseguir comer umas gatas, tendo em conta que tenho 13 anos?

R: Nesta idade você tem que comer Sucrilhos, entende?

14 - Tenho 28 anos e sou virgem, não agüento mais esta situação. Como mudá-la o mais rápido possivel?

R: Está em Porto Alegre? Vai na Voluntários da Pátria e leve uns R$30.

15 - Sou virgem e rolou, pela primeira vez de fazer sexo oral. Terminei engolindo o negócio e quero saber se corro o risco de ficar grávida. Estou desesperada!

R: Claro que corre o risco de ficar grávida!!!... E a criança vai sair  pela orelha.

16 - A primeira vez dói? Qual a melhor posição para a menina na primeira transa? Tenho 21 anos e ainda não transei porque tenho medo de doer  e não agüentar.

R: Dói tanto que você vai ficar em coma e NUNCA mais vai levantar. Vê se deixa de ser fresca  e dá de uma vez, cinderela!

 

 



Escrito por Pérola às 09h35
[] [envie esta mensagem
] []





www.danielperola.com

 

 

 

 RELATO DE UMA ESPOSA... 

Terminado meu banho, lá estou eu na frente do espelho, comentando com meu marido que acho meus seios pequenos demais. Ao invés do esperado "imagina, não são não", ou de uma promessa de cirurgia para aplicação de silicone, ele me vem com uma sugestão insólita: 

- "Pode parecer estranho, mas eu já vi funcionar... Se quiser aumentar seus seios, pegue todos os dias um pedaço de papel higiênico e esfregue-o entre eles durante alguns segundos". 

Aquilo parecia uma brincadeira sem graça, ou uma simpatia sem qualquer fundamento científico - ainda mais para mim...
Mas, disposta a tentar qualquer coisa, pego um pedaço de papel higiênico, fico na frente do espelho e começo a esfregá-lo entre meus seios para ver o resultado da estranha dica! 

- "Quanto tempo demora para funcionar?" - eu pergunto. 

- "Claro que não é um negócio automático, bem! Eles vão aumentar de tamanho ao longo de alguns anos." - responde meu marido. 

Parei e, meio que me sentindo idiota, perguntei:


- "Você realmente acha que esfregar um pedaço de papel higiênico entre meus seios todos os dias vai fazer aumentá-los em alguns anos?" 

Sem hesitar um segundo e às gargalhadas, ele diz:

-"Funcionou com a sua bunda, não funcionou???" 

NOTÍCIAS DO MARIDO:

Está respirando ainda com a ajuda de aparelhos e, talvez, com muita Fisioterapia, até volte a andar...

 

 

 



Escrito por Pérola às 16h24
[] [envie esta mensagem
] []





 

Querido amigo Daniel PEROLA,

Você tem nos acompanhado em todos os momentos bons de nossas vidas e, até influenciado nossos passos.

Dizer que morremos de saudades seria lugar comum. Teu CD é maravilhoso, mas nada ameniza a falta da tua presença amiga. Recordar velhas músicas, sonhos e lembranças adolescentes de casamentos penetrados - "não tem preço".

Nós (eu e Inacia) estamos indo passar o aniversário dela no último cruzeiro CVC. Dia 16/04 - Gran Amazon. Nunca fomos em Manaus e seria uma oportunidade única (ela escolheu isso a uma jóia). O inacreditável é que nesta época começa o festival de ópera em Manaus (pergunte o quanto a gente não gosta disso).

Mande o e-mail dos teus amigos de lá, adoraríamos jantar com eles e falando do nosso pianista predileto.

A CVC já esta com a programação de 2008/9. A gente precisa saber em qual navio você estará (iremos sozinhos e, com a familia - Ufah família dela). Pode falar sem preocupação que eu prometo tomar conta do "Mala".    

Todo Nosso carinho. Sabemos que está próximo de terminar a temporada e o quanto você está saudoso dos familiares, filhas, netos e etc. É barra pesada, mas v. nem imagina a felicidade que fez de muito de nós. 

Querido amigo,

Você faz parte de nossas vidas! Faz parte dos melhores momentos. Estará sempre em nós.

Até muito breve!

Estou providenciando um Fritz Dobbert (na realidade estou adjudicando como advogado) para tua prometida vinda em nossa cidade (nossa casa).

Toda nossa amizade.

Elias, Inacia, Lili, Valci (mala). 

 

///////////////////////////

 

Caro Daniel,
Fiz um jantar, em minha casa, hoje, como prova a foto do prato, fusile com lula e camarão (até parece que dá pra ver) e, com muita expectativa visitamos seu blog, logo após o jantar...

Que indignação!!!
Um monte de fotos além das nossas...

Só está faltando a nova leva pedir as mesmas músicas que nós.
Que que é isso????? Na primeira instância fomos traídos !!!!
Agora, se alguém pedir "Gente humilde" e vc tocar, aí fudeu!!!

Será o cúmulo da traição. KKKKKKKKKKKKKKKKK
Fizemos um jantarzinho e lembramos de você.

Grande abraço
Caetano (Valcyr), Marly, Elias e Inácia.
Que vc tenha dias péssimos sem a gente.
P.S. Diga a Geraldinho (nosso barman do deck 6) que estamos torcendo por ele pra montar sua pousada e que te atenda direitinho na nossa ausência. Mostre a foto a ele.

 

 

Minha resposta:

 

 

Ô paiaço,

 

você não acha muita sacanagem me mostrar estas lindas fotos

cheias de pratos deliciosos, praias e vocês todos sorridentes,

enquanto eu vou sempre à mesma bat cabine, subo as mesmas bat escadas, como sempre no mesmo bat restaurante e viajo sempre no mesmo bat navio?!?

 

E ainda me mostra as fotos, aguçando minhas saudades...

Você é um covardão!!!

 

Um beijão no coração de todos,

 

Daniel

 



Escrito por Pérola às 11h22
[] [envie esta mensagem
] []





 

Tenho a felicidade de conhecer grandes artistas que se escondem em passageiros e se revelam a um sinal mágico.

 

Vejam a facilidade com que a poetisa em instantes cria um belo acróstico:

 

P ianista excelente! Parabéns!

E ncanta a todos com o teu dom

R elembrado, sempre serás...

O uvir-te é um prazer imenso,

L embranças boas guardaremos...

A mor e ternura é o que nos inspira...

 

E assim escreveu a Pedagoga de Serra Talhada - PE

em um guardanapo e carinhosamente me entregou.

 

Ernesta Trindade de Sousa é seu nome e seu trabalho é

ensinar os jovens.  Aliás, uma nobre missão.

 



Escrito por Pérola às 18h28
[] [envie esta mensagem
] []





 

Caro daniel,

Estamos saudosos dos momentos maravilhosos passados no Pacific

e em especial no deck 6.

Coincidentemente estava escutando teu maravilhoso cd na minha varanda,

olhando o mar. Deu uma baita saudade...

Nesta segunda estamos todos retornando a labuta, mas revigorados e

ansiosos para uma nova oportunidade de viajarmos nas asas do teu imenso talento. Andamos vasculhando teu site, estamos mantendo-nos informados e estaremos enviando as fotos da viagem.

Se tiveres oportunidade de passar por Vitória será um imenso prazer para todos nos, alem de uma honra tê-lo como nosso hospede.

Estamos com o coração no Pacific e torcendo para que toda a temporada seja ótima.

Abraços e mantenha contato.

Elias e Inacia     

________________________

Olá Daniel,
Estamos preocupados com você. Não acreditamos que tenha aparecido outra platéia como a que representamos, por isso estou mandando algumas fotos pra tentar amenizar sua via crucis.
Estou selecionando ainda as fotos, mas aos poucos irei mandando-as pra vc.
Um abraço.
P.S. O cd é show. Tá muito bom

 

Valcyr

Caríssimo Daniel,

estou curtindo um vinho e ouvindo uma ótima musica ("como vai você?"), matando saudades do Deck 6, que e o melhor lugar do maravilhoso Pacific, onde passei momentos maravilhosos, quase como roteirista musical da minha trilha sonora de vida (não obstante ter sido o lugar mais freguentado por mim, Inacia, Mala (Valci) e Marli, sinto que o tempo não permitiu uma serie de musicas que ficaram para uma outra ocasião que torço seja em breve). Recordei a forma carinhosa que você se refere a cada amigo feito no Cruzeiro e, em especial, do casal de Manaus que nos antecedeu em uma semana. Foi um privilégio ter estado contigo durante a semana do meu aniversário (inesquecível). Um grande abraço e espero tenhamos oportunidade de curtir ao vivo teu imenso talento.

Elias Vitoria ES

PS: Sempre que lembrar da gente, não esqueça de tocar "Viagem", "Gente Humilde", "Meu Pequeno Cachoeiro", "A Vida e um Moinho" "Chão de Estrelas", etc...

Elias Correa Lira

 

Fotos: Inácia, Elias, Marli e Valcyr

 



Escrito por Pérola às 18h49
[] [envie esta mensagem
] []





 Queridos e saudosos amigos de Vitória,

aguardo mais notícias e as fotos para colocar no Blog.

Fraterno abraço a todos


 



Escrito por Pérola às 13h28
[] [envie esta mensagem
] []





Esta é uma linda família de Manaus, os pais Alfredo e Liliane, donos

de uma Construtora e seus maravilhosos filhos o Rodrigo e a Mônica

 

 

 

Vejam que maravilhosa foto a Mônica tirou (além de dezenas mais)!

 

 

 



Escrito por Pérola às 12h53
[] [envie esta mensagem
] []





Amigos, bons, importantes, saudosos como este casal da nossa querida

Manaus, que espero em breve estar abraçando,  jogando conversa fora

e curtindo com uns drinks.

Vejam que lindas palavras a Beth me escreveu.

Um beijo nos corações de vocês!!!!!!

____________________________

 

Caríssimo Daniel

 

Eu e o Waldo estamos com saudades dos dias deliciosos que passamos no Pacific por tudo que representou. Sobre as águas do atlântico, cercado de pessoas da melhor qualidade que conhecemos, e como se tudo isso não bastasse, ouvindo o melhor da música popular pelos dedilhados de um pianista brilhante que temos a honra de podermos hoje chamar de amigo.

 

Redundante comentar sobre os predicados de sua arte, mas como pessoa, você consegue ser ainda melhor.

 

Tenho tido notícias sua pelo Waldo que nos intervalos de descanso da noite navega (não no mar como você) na internet para buscar notícias do mundo e dos amigos. Eu que tenho o computador como instrumento de trabalho diário e constante não tenho fôlego para esse fim nas horas de pausa. Por isso, estou nesse momento, no meu horário de trabalho queimando um pouquinho do tempo produtivo, entre um cafezinho e outro, traçando essas linhas para um breve contato.

 

Nossa saudade é abrandada pelo som do seu piano que reproduz algumas das pérolas de nosso cardápio musical, contidas no seu CD, e confesso, sem nenhuma demagogia, que entre minhas preferidas do seu CD está Cavaleiro do Amanhã.

 

Seguem anexas nossas fotos tiradas no navio.

 

Um bom carnaval, que imagino será espetacular a bordo do Pacific, acompanhado de muito frevo e alegria. Mande notícias.

 

Um grande abraço,

 

Beth

 

Profa. Elizabeth Cartaxo
Universidade Federal do Amazonas - UFAM
Núcleo Interd. de Energia Meio Ambiente e Água – NIEMA

 

 



Escrito por Pérola às 16h25
[] [envie esta mensagem
] []





A histórica do Rafinha...

 

Rafael, um grande e inteligente cidadão que recentemente completou 3 anos de existência.

Logo que embarcou, veio ao piano e me perguntou solenemente, com dicção perfeita

e levantando ligeiramente uma sobrancelha: “você não acha que este navio está balançando muito?”

Depois falou que adorava tocar bateria e que tinha ganho uma.

No outro dia apareceu com um violãozinho e quis me acompanhar ao piano.

 

 

Aceitei o convite e nos tornamos grandes amigos

 

 

 

Mas como sua paixão realmente era bateria e ele vivia batucando com canudinhos

por todo lado, prometi apresentá-lo ao Mr. Beg, o batera da Big Bang.  Os olhinhos

do Rafinha brilharam e durante minha apresentação, a toda hora ele vinha e

me dizia com toda pompa e circunstância: “já não está na hora”?

Chegou enfim o grande momento (não naquela noite porque após o show o guerreiro

estava desfalecido, entregue aos braços de Morpheu...)

 

 

E aqui está a foto histórica entre o Futuro Grande Batera e seu ídolo Mr. Beg:

 

 

E para a despedida, Rafinha pousou sentadinho no piano, homenageando meu Cd:

 



Escrito por Pérola às 19h07
[] [envie esta mensagem
] []





Crianças

 

Este é um capítulo muito especial na minha vida.

Vem muitas crianças nos cruzeiros e faço um grande sucesso

com elas.  Algumas trazem os pais para me ouvir, querem tirar

fotos, me cumprimentam nos corredores e vez em quando

me comunicam solenemente que eu “toco muito bem”!!!

Esta linda e tímida morena, Beatriz, fez questão de ser

fotografada ao meu lado por sua mãe, Ana Lúcia.

 



Escrito por Pérola às 16h49
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]