Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Blog do Pianista
 


 

Conheça Daniel Pérola, o renomado pianista que se apresentará no CPP

Aos apreciadores da boa música, o pianista Daniel Pérola apresenta um repertório eclético, em especial o romantismo da música popular brasileira. São cinco décadas fascinando plateias no Brasil e no exterior. Como solista ímpar, domina o piano de forma fascinante e diferenciada. Na tarde de 11 de setembro, às 14h30, Daniel Pérola fará uma apresentação especial no palco do teatro do Centro do Professorado Paulista em seu show “O amor e a música”, em homenagem a todos os professores. Para que todos possam conhecer melhor o perfil do renomado pianista e a sua admiração pelos professores, a Secom ( Secretaria de Comunicação do CPP), fez a seguinte entrevista:

Secom: como você pode definir o seu show “O amor e a música” ?

Daniel Pérola: na realidade são palavras com significados complementares. Bethoven dizia que o movimento dos astros no espaço gera um som harmônico e chamado de “Harmonia das Esferas”. A atração que os astros produzem entre si é idêntica ao sentimento que atrai um ser humano ao outro e chamamos de Amor. Isto é captado pelo compositor que transforma em Música, que marca os momentos de nossa vida. E aí está o acontecimento que eu pretendo, imodestamente, chamar de “Show o Amor e a Música”.

Secom: e o seu repertório, como é selecionado?

Daniel Pérola: meu repertório é muito grande por uma razão: eu memorizo somente a melodia. O arranjo e a harmonização eu faço na hora, podendo ser em 6 tonalidades diferentes. Isto agrada ao público em geral, porque as músicas muito bonitas agradam à maioria. Claro que para a estrutura do show eu escolhi músicas muito queridas de qualquer público e montei um texto que traduz em palavras o conjunto de sentimentos que deliciam nossa alma.

Secom: em suas apresentações, quais as músicas que mais agradam ao seu público?

Daniel Pérola: românticas em geral, nacionais e internacionais.

Secom: quem são os seus compositores prediletos?

Daniel Pérola: não tenho compositores em especial. O que me agrada são músicas especiais, melodiosas, românticas, e estas provêm de muitos compositores.

Secom: como foi o início de sua carreira?

Daniel Pérola: venho de família muito pobre da periferia de São Paulo. Nasci no bairro do Belém, me criei na Vila Ré e Vila Carrão. Meus pais eram protestantes. Meu pai, regente do coral da igreja que havia fundado teve que reorganizar o Coral da Igreja Matriz, deixando a responsabilidade do coro, em minhas mãos. Eu tinha 10 anos de idade. Até os 16 anos, em função de perseguição e inveja, os regentes pararam em protesto. Com 11 anos comecei a estudar piano com um professor cego. Só conseguia pagar trocando meus serviços de secretário pela mensalidade. Meus pais eram servidores públicos. Ele era civil da Aeronáutica. Minha mãe, inicialmente foi servente de grupo escolar. Começou ganhando 1 salário mínimo e depois de muito esforço e dedicação, por muita sorte se aposentou como auxiliar administrativa de um colégio estadual, com 1 salário mínimo. Hoje continua a ganhar o mesmo salário mínimo! Coisas de governos pútridos! Fiz 4 anos de piano e precisei parar por não ter condições financeiras para ir a um Conservatório. Estudei harmonização e solfejo. Segui por minha conta e desenvolvi um sistema de execução que eu denomino de piano solo, onde agrego a plasticidade que falta no piano, redobrando os acordes e acionando de uma forma especial o pedal. Sou profissional há 33 anos. Me apresentei em 3 estados americanos, 2 transatlânticos,1 piano bar, 1 piano bar na Associação Paulista de Magistrados - pianista do 3º melhor Hotel da Rede Sheraton nos Estados Unidos,Bal Hourbor em Miami Beach, entre outros. (Confira o meu portfólio: http://www.culturalbrasil.com/administrador_1.html).

Secom: e a homenagem aos professores?

Daniel Pérola: desde pequeno, me passaram um enorme respeito pelos professores. Se viesse um bilhete de reclamação deles, recebia muita bronca. Então, nós os víamos como figuras muito especiais. Tínhamos enorme admiração. Quando pequenos, brigávamos para carregar a pasta deles.Aos 13 anos, comecei a trabalhar como office-boy. Fiz o ginásio e clássico à noite. Os professores eram nossos parceiros de esforços e lutas, depois de um dia de muito trabalho. Segui a luta da minha irmã Elisabeth como professora que conseguiu se aposentar como diretora auxiliar numa escola rural, em Mairiporã. Acompanhei os estudos dos meus filhos e vi despencar a figura tão linda do professor. Acompanho muitos amigos educadores no Facebook lutando e tentando resgatar a dignidade. Quando vi a foto daquela professora de Franco da Rocha espancada, cheia de hematomas, chorei e tive um impulso de abraçá-la. Então, tive a ideia de oferecer minha música como um gesto de um imenso abraço e carinho aos meus queridos professores.

Secom: que mensagem você gostaria de deixar aos educadores?

Daniel Pérola: todos nós, os nossos filhos, os nossos netos e descendentes precisamos de vocês. Vamos conseguir extirpar os políticos que sugam nossos esforços, se locupletam, nos roubam a dignidade e, por consequência, sucateiam a coisa mais preciosa para uma nação que é a condição financeira, aparato e trabalho da sagrada Educação.

Não desanimem! Será para mim uma grande honra levar a divina música ao coração de vocês.


SECOM/CPP



Escrito por Pérola às 12h58
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]